• Elizabet Letielas

Um pé na moda e o outro no conforto

Atualizado: Fev 23

Nós já falamos por aqui sobre a pandemia ter despertado um grande desejo para que o conforto fosse a prioridade nos looks. Isso porque vestir-se bem é bom, mas estar confortável com uma roupa é muito melhor. Porém, o ideal mesmo é quando dá para unir os dois com tecidos de roupas que abraçam o corpo e fazem nosso estilo.


Pensando nisso, para te ajudar a ter certeza de que uma peça realmente vai lhe trazer comodidade, fizemos uma lista dos tecidos que mais trazem sensação de bem-estar.

Viscose

A viscose é um dos tecidos de roupas queridinho dos dias quentes por conta de sua leveza e de não reter o calor, o que rende peças macias e suaves ao toque no corpo.


Por ser um tecido fácil e maleável de trabalhar, é possível encontrar uma variedade de peças em Viscose: calças, blusas, vestidos, camisas e muito mais. Para manter a qualidade deste tecido, duas dicas são essenciais:

  • Passe sempre no ferro em temperatura baixa, para não prejudicar suas fibras;

  • Seque as roupas em lugares cobertos, pois a luz ultravioleta pode desbotar suas cores.

Linho

A composição do linho se dá de forma natural, o que o torna um tecido com uma textura extremamente confortável - e o coloca na lista de tecidos nobres, o que geralmente rende roupas finas e elegantes.


Macio e minimalista, a liberdade de movimento que o linho permite o torna um parceiro ideal do dia a dia, seja para trabalhar ou para momentos mais casuais.


Um dos principais pontos que destacam o linho é a resistência de seus fios, que vão ficando sempre mais flexíveis conforme cada lavagem, porém, sem perder a qualidade.


Viscolinho

Se viscose e linho já são confortáveis, imagina o poder desses dois juntos! Agora acrescente também o algodão, pois ele também faz parte da composição do viscolinho.


Essa união proporciona um tecido arejado, aconchegante, elegante e muito duradouro.

Além de todos esses benefícios, o visco linho também é conhecido por não amassar com facilidade. Ou seja, a união perfeita de conforto e praticidade.

Elastano

Popularmente conhecido como lycra, ou o tecido que estica, o elastano existe desde a década de 1950. A princípio, seu uso se restringia a roupas esportivas, de banho ou meia-calças, mas hoje ele pode ser incorporado a qualquer tipo de roupa, até mesmo no jeans.


Além da liberdade ao movimento que o elastano permite, outras qualidades do tecido são:

  • Evita o desbotamento da roupa durante as lavagens;

  • Dá uma vida útil mais longa às roupas;

  • Peças com elastano secam mais rapidamente;

  • Não amarrota, dispensando o uso do ferro.

Algodão

Esse é um dos tecidos de roupas que só de citar seu nome já é possível pensar em algo acolhedor e agradável. Não é à toa que se dá um destaque às roupas fabricadas com 100% de algodão. Porém, fique atento ao algodão cru, pois esse modelo já é mais rústico e um pouco menos maleável.


Roupas com algodão são espontaneamente leves e suaves graças ao fato do tecido ser natural, com origem 100% vegetal. Travesseiros, toalhas e cobertores são geralmente feitos do algodão justamente para nos proporcionar conforto ao entrar em contato com nossa pele. O mesmo vale para as roupas.

Acolchoados

Desde que o conforto começou a ser visto como prioridade dos consumidores, os tecidos acolchoados deixaram de fazer parte somente da roupa de cama e migraram também para produção de roupas. O sucesso foi tanto que o modelo é uma das fortes tendências para 2021.


Quais são os menos confortáveis?

Se você ficou se perguntando quais podem ser os tecidos menos confortáveis, damos algumas dicas e explicamos os motivos.


Crepe

Crepe vem do francês, que significa crespo, isso porque neste tecido há um toque áspero e seco ao entrar em contato com a pele.


Seda

A imagem de nobreza que a Seda carrega ao longo da história já fez o oriente manter em segredo sua produção e levava os nobres a trocarem ouro pelo tecido. E apesar de ser conhecido por sua maciez, a seda pode causar incômodo por ser escorregadia no corpo.


Tafetá

O tafetá é um tecido de moda festa, ou seja, é encontrado em peças de eventos que exigem mais sofisticação, o que geralmente já é um sinônimo de desconforto. Entretanto, um dos principais pontos que pode causar descomodidade ao usá-lo é que ele é volumoso e pesado.


Brocado

Os tecidos brocados também são nobres e muito bem trabalhados em detalhes, geralmente com bordados em cima da trama do tecido. Seu excesso de decoração e o relevo que elas geram podem incomodar durante o uso, afinal, não é à toa que seu nome vem do verbo italiano broccare, que significa espinho ou pequeno prego.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo